Menu Horizontal

sábado, 17 de agosto de 2013

Manual da Conquista - Parte 2





Manual da Conquista – Parte 2

A mulher conquistando o homem

OK, pessoal! Conforme prometido, nessa postagem, vou dar continuidade da matéria anterior... 

Nos Primeiros Encontros

Evite o desabafo: Não há nada mais desagradável do que alguém que vive reclamando. Os homens não gostam nada de mulher ranzinza. Portanto, nada de ficar a noite inteira desfiando para ele os seus problemas. É claro que você poderá contar com ele para desabafar, às vezes. Mas, não faça isso sempre. “Lembre-se, ele não é o seu psicólogo”.

Arrume tempo: Você tem razão quando diz que os homens são um pouco egoístas. Mas, eles precisam mesmo saber que você terá tempo para cuidar deles e estar pertinho. Por isso, ative seus poderes de mulher maravilhosa. Mostre que, mesmo em meio à correria, você consegue arrumar tempo para trabalhar, ficar linda, arrumar a casa e, principalmente, mimá-lo muito.

Mostre suas qualidades: Você é bem humorada? Ótimo, ele vai adorar. É carinhosa? Perfeito! Lida bem com imprevistos? Ma-ra-vi-lho-so! Todas essas qualidades devem vir à tona nesse comecinho de relacionamento porque contam muitos pontos na conquista. Portanto, use-as como uma carta na manga.

Comporte-se: Atenção! Aqui vão tres dicas de uma vez só: não fale muitos palavrões, não chegue atrasada, não banque a ciumenta. Tudo bem, essas regras são chatas e tiram toda a sua espontaneidade. Mas é melhor fazer esse esforço se quer mesmo conquistar um partidão.
Manter uma certa classe, uma postura mais comedida, pode fazer a diferença na hora da decisão dele de engatar no namoro”. 

Essa postagem termina aqui. O manual da conquista será finalizado num total de 4 partes. Então, até a próxima!


Beijos, amores!
Carla Santos
santoscarla464@gmail.com
 



Postar um comentário

Deixe o seu comentário aqui ! A sua opinião é muito importante para nós !
Mas lembre-se: Gentileza gera gentileza !
Serão excluídos sem aviso prévio as ofensas e os comentários que contrariem as leis e a boa moral.