Menu Horizontal

sábado, 15 de fevereiro de 2014

VOZ OCULTA





VOZ OCULTA

No céu da noite, do infinito
só a luz da lua iluminava ela !
O Marco contemplava seduzido
pelo vulto, pela silhueta dela !

Misteriosa e desconhecida !
Quem será ela ? ele pensou
- Ela é a Márcia e está perdida !
Uma voz oculta murmurou

Então, o Marco correu pelo mato
Queria ajudar e socorrer a bela !
- Não fique triste ! Sou o Marco
E te guiarei pela estrada velha !

A Márcia agradeceu pelo carinho
E com medo segurou em sua mão !
Inevitável, beijaram-se pelo caminho
E os dois viveram amor e paixão !

Da juventude até a morte, nunca faltaram os beijinhos !
Márcia sentiu-se sózinha quando o Marco partiu !
Mas, desde o início, eles nunca estiveram sózinhos !
Pois aquela voz oculta, era Deus, quando os uniu !

Autor: Marco Antonio Okuma 

Junho de 2002 






"VOZ OCULTA  foi escrito durante um período de breve inspiração.  
Lembro dos papéis que se perderam no meio de tantas mudanças ...
Nada de tão explêndido, apenas rascunhos e mais rascunhos ... 
Eu adoro poesias, mas logo percebi que não tinha o dom para poetizar, 
e talvez, seja por isso que abandonei o velho caderno ... 
Gosto de leitura, aprecio tudo que fala sobre Amor e Paixão !
Agora, sento não para fazer poesias, apenas para escrever histórias e contos ... "  Marco A Okuma

"Certa vez em casa, um amigo pegou um dos meus rascunhos e começou a ler. 
Depois me perguntou se eu não tinha vergonha de escrever aquilo. 
Eu pensando que se tratava das minhas poesias inacabadas, respondi que sim, pois eu sentia muita vergonha por tentar fazer poesia e não conseguir. 
Só depois percebi que se tratava de um conto picante ... rs !"
Marco A Okuma


Texto: Marco A Okuma para o Blog de MAOSECRETS
maosecrets2012@gmail.com



Postar um comentário

Deixe o seu comentário aqui ! A sua opinião é muito importante para nós !
Mas lembre-se: Gentileza gera gentileza !
Serão excluídos sem aviso prévio as ofensas e os comentários que contrariem as leis e a boa moral.
 

O

AA