Menu Horizontal

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Amor Bandido

Vídeo interessante para quem não conhece.


Há quem adore um amor selvagem, por isso vou falar sobre esse tema polêmico ...

Vida e amores dos Bad Boys


Confesso que já fui um “bad boy”, mas não se assuste !
Hoje, esse meu lado da vida está adormecido. Sou da paz !
Houve uma época na minha juventude em que os rapazes que passavam a imagem de garoto rebelde faziam sucesso com as garotas. Não sei como as coisas andam no dia de hoje, referente a essa questão. Mas, já ouvi algumas mulheres citar frases do tipo:

  • Não acredito em príncipe encantado, prefiro o lobo mau …
  • Eu amo um bad boy ! O radical sempre me atrai e adoro uma pegada selvagem …

Por outro lado, também ouvi referências contrárias:

  • Já sofri muito com amor bandido, hoje busco mais segurança nos meus relacionamentos ...
  • Sinto falta de homens românticos. Adoro flores, jantares …

Numa rápida análise, o certo é que assim fica difícil decidir em qual lado ficar … rs !
Na verdade, é impossível agradar todo mundo e todos os gostos …
Na minha vida particular, pelo menos, eu vivi um momento “bad boy” exclusivamente para tentar agradar a maioria das garotas que adoravam esse perfil de pessoa. Pelo menos nesse sentido, deu certo, pois muitas garotas adoravam o meu estilo radical de ser. 

Mas é um grande erro quem pensa que eu tive muitas namoradas por causa disso. Pelo contrário, tive muito menos do que após o meu amadurecimento como pessoa.
É fácil explicar o motivo ! É que na época que eu fui um “bad boy”, eu simplesmente preferia participar das brigas com outros rapazes, do que ficar paquerando as meninas.
No momento que comecei amadurecer, percebi que eu não estava vivendo uma personalidade coerente com o meu “ser interno”. Estava adotando erroneamente, aquele estilo de vida “bad boy” apenas para chamar a atenção ou para tentar agradar todo mundo.
Decidi corrigir aquele erro para me sentir melhor. Então tive minha última atitude radical:

- Não quero mais ser um “bad boy” !!! Eu quero ser eu mesmo !!! E nem me importo se vou agradar as pessoas ou não !!!

Mesmo percebendo que com isso, eu passei a chamar menos a atenção das garotas, eu me senti melhor comigo mesmo. E quando sugia novas oportunidades, eu não despresava. Eu passei a valorizar melhor as mulheres, abandonando de vez, o hábito de se envolver em brigas por motivos fúteis. 

Agora, através da minha experiência de vida, quero deixar uma dica aos jovens que vivem algum momento de conflito parecido:

- Se você curte um relacionamento radical, saiba que é possível ter satisfação, sem pecar na vida social. Entre quatro paredes, ofereça uma pegada mais radical e na vida pessoal, continue sendo você mesmo !


Pesquisa integrada com o Yahoo Respostas




Texto de Marco A Okuma para o Blog de MAOSECRETS
maosecrets2012@gmail.com


 

Postar um comentário

Deixe o seu comentário aqui ! A sua opinião é muito importante para nós !
Mas lembre-se: Gentileza gera gentileza !
Serão excluídos sem aviso prévio as ofensas e os comentários que contrariem as leis e a boa moral.